Autor Tópico: Os mistérios das "Sextas-Feiras 13"  (Lida 47 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Ricardo

Os mistérios das "Sextas-Feiras 13"
« em: Março 12, 2018, 03:42:37 pm »
"Sextas-Feiras 13. Essa é uma data que dá arrepios em muitas pessoas, gerando medo e até pânico em alguns casos, devido ao receio de que algo ruim acontece nessa misteriosa data.
Mas qual a origem das crenças referentes às Sextas-Feiras 13? Seriam as lendas ditas sobre essa data apenas invenções baseadas em lendas antigas, ou existe algo de real que possa acontecer nesses assustadores dais? "


O que existe realmente por trás das assombrosas datas "Sextas-Feiras 13"?
Seriam as crenças existentes apenas imaginação popular, ou haveria realmente algo místico e real nessas datas, fazendo acontecer em alguns casos tragédias, acidentes e fatos malígnos?
Seria apenas coincidência?

=================================================================================

A Sextas-Feiras no dia 13 de qualquer mês é considerada popularmente como um dia de azar, também porque o número 13 é considerado de má sorte.
Na numerologia o número 12 é considerado de algo completo, como por exemplo: 12 meses no ano, 12 tribos de Israel, 12 apóstolos de Jesus ou 12 constelações do Zodíaco.
Já o 13 é considerado um número irregular, sinal de infortúnio.
A Sextas-Feiras foi o dia em que Jesus foi crucificado e também é considerado um dia de azar.
Somando o dia da semana de azar (sexta) com o número de azar (13) tem-se, segundo as crinças e superstições, o mais azarado dos dias.

A superstição foi relatada em diversas culturas remontadas muito antes de Cristo.
Existem histórias remontadas também pela mitologia nórdica.
Na primeira delas, conta-se que houve um banquete e 12 deuses foram convidados.
Loki, espírito do mal e da discórdia, apareceu sem ser chamado, sendo o 13º membro, e armou uma briga que terminou com a morte de Balder, o favorito dos deuses.
Há também quem acredite que convidar 13 pessoas para um jantar é uma desgraça, simplesmente porque os conjuntos de mesa são constituídos, regra geral, por 12 copos, 12 talheres e 12 pratos.
Segundo outra versão, a deusa do amor e da beleza era Friga (que deu origem a frigadag, Sextas-Feiras).
Quando as tribos nórdicas e alemãs se converteram ao cristianismo, Friga foi transformada em bruxa.

Como vingança, ela passou a se reunir todas as sextas com outras 11 bruxas e o demônio, sendo que os 13 ficavam rogando pragas aos humanos.
Da Escandinava a superstição espalhou-se pela Europa.
Com relação à Sextas-Feiras, diversas culturas a consideram como dia de mau agouro: Alguns pesquisadores relatam que o grande dilúvio aconteceu na Sextas-Feiras.
A morte de Cristo aconteceu em uma Sextas-Feiras conhecida como "Sextas-Feiras da Paixão".
Marinheiros ingleses não gostam de zarpar seus navios à Sextas-Feiras.
No cristianismo é relatado um evento de má sorte em "13 de Outubro de 1307", Sextas-Feiras, quando a Ordem dos Templários foi declarada ilegal pelo rei Filipe IV de França.

Os seus membros foram presos simultaneamente em todo o país e alguns torturados e, mais tarde, executados por heresia.
Outra possibilidade para esta crença está no fato de que Jesus Cristo provavelmente foi morto numa Sextas-Feiras 13, uma vez que a Páscoa judaica é celebrada no dia 14 do mês de Nissan, no calendário hebraico.
Recorda-se ainda que na Santa Ceia sentaram-se à mesa treze pessoas, sendo que duas delas, Jesus e Judas Iscariotes, morreram em seguida, por mortes trágicas, Jesus por crucificação e Judas provavelmente por suicídio.
Note-se também que, no Tarô, a carta de número 13 representa a Morte.
Alguns incidentes ocorridos nessa data: Mu, terra de nossos ancestrais, foi destruído em uma Sextas-Feiras 13, e esta seria a origem do medo deste dia, segundo o pseudo-historiador James Churchward.

Curiosidade:

Triscaidecafobia é um medo irracional e incomum do número 13.
O medo específico da Sextas-Feiras 13 (fobia) é chamado de parascavedecatriafobia ou frigatriscaidecafobia.

 A seguir estão descritos alguns acontecimentos verídicos que ocorreram em "Sextas-Feiras 13" (apenas coincidência?):

- O pior incêndio de florestas na história da Austrália ocorreu em uma Sextas-Feiras 13 de 1939, onde aproximadamente 20 mil quilômetros de terra foram queimados e 71 pessoas morreram.

- A queda do avião que levava a equipe uruguaia de rúgbi nos Andes foi em uma Sextas-Feiras 13 de 1972.
Os acontecimentos neste acidente deram origem ao livro "Sobreviventes: a Tragédia dos Andes", de Piers Paul Read, e ao filme Sobreviventes dos Andes de 1976.

- Marinheiros tem um receio especial com relação às Sextas-Feiras 13, evitando sair para o mar e mesmo embarcar em seus navios com medo de desgraças e tragédias que possam acontecer.
No século XVIII, a Marinha Britânica comissionou um navio chamado "H.M.S. Friday" (Sextas-Feiras em inglês) com a intenção de suprimir a superstição.
A marinha selecionou a tripulação em uma Sextas-Feiras, lançou o navio em uma Sextas-Feiras e até escolheu um homem chamado James Friday (Sextas-Feiras) para ser o capitão do navio.
E assim, em uma manhã de Sextas-Feiras, dia 13, o navio partiu em sua primeira viagem - e desapareceu para sempre, nunca mais sendo encontrado.

[13 de Outubro de 1307]:

Dirigentes do rei Filipe IV da França invadiram as casas dos Cavaleiros Templários, que eram monges guerreiros durante as Cruzadas, aprisionando milhares de homens sob a acusação de atividades ilegais. Nenhuma dessas acusações foi provada, mas centenas deles sofreram tortura excruciante sob a intenção de forçar confissões, e mais de cem morreram.

[13 de Agosto de 1521]:

O conquistador Hernán Cortés capturou Cuauhtémoc, o governante de Tenochtitlán, e alegou que a cidade agora era da Espanha, marcando o fim do Império Asteca. Cortés se nomeou o novo governante e rebatizou a cidade de Cidade do México.

[13 de Setembro de 1940]:

Cinco bombas alemãs atingiram o Palácio de Buckingham e destruíram a Capela do Palácio, como parte de uma campanha de bombardeio de Hitler.

[13 de Junho de 1952]:

O avião militar sueco DC-3, carregando uma tripulação de oito pessoas, desapareceu nas águas internacionais do Mar Báltico.
O caso ficou conhecido como “Caso Catalina” porque um dos dois aviões de emergência Catalina enviados para procurar o DC-3 foi atacado por forças soviéticas. Em 1991, a força aérea soviética admitiu ter derrubado o DC-3.

Em Portugal, muitas cidades e vilas celebram a Sextas-Feiras 13.
A maior festa acontece no castelo de Montalegre, em Trás-os-Montes.
Em Montalegre, todas as sextas-feiras 13 há uma grande festa, onde não faltam as bruxas, os bruxos, feitiços, teatro e a famosa queimada.
Na vila de Vinhais, na aldeia de Cidões, também se festeja a Sextas-Feiras 13, onde as pessoas reúnem-se à volta de uma grande fogueira, havendo também um banquete com produtos locais.
Em Cavalinhos, Leiria, as mulheres juntam-se num encontro onde os homens não podem participar.
A noite é das mulheres, que aproveitam para passarem uma noite com muita adrenalina à mistura.
Noutras cidades portuguesas, como Braga, Loulé ou Porto, a Sextas-Feiras 13 é celebrada com muita animação e com muitas bruxas.

O terror das "Sextas-Feiras 13" é algo tão impactante no mundo todo, que foram produzidos os filmes "Sextas-Feiras 13" e suas sequências:

Os Gatos pretos são gatos domésticos com pelagem de cor escura, muito associado à crenças e superstições.
Na Idade Média, acreditava-se que os gatos pretos eram bruxas transformadas em animais, por isso existe a tradição que diz que cruzar com um gato preto é sinal de azar porém, em outras culturas os gatos dessa cor são reverenciados, e significam sorte.
Na Pérsia antiga havia a crença de que quando se maltratava um gato preto, era a mesma coisa que maltratar um espírito amigo, criado especialmente para fazer companhia ao homem durante sua passagem na Terra.

Mas foi mesmo na Idade Média que surgiu a superstição de que os gatos de cor preta davam azar, muito devido aos seus hábitos noturnos, e também pela cor negra, que geralmente é associado às trevas, magia negra e ao diabo.
No século XV, o papa Inocêncio VIII chegou a incluir os gatos pretos na lista de seres hereges perseguidos pela Inquisição, por serem acusados de estarem associados a maus espíritos e por isso, muitos acabavam sendo queimados juntamente com as pessoas acusadas de bruxaria.
É muito comum ouvir histórias de sorte e azar associadas aos gatos pretos, e são um dos símbolos da sexta feira 13.
Os gatos pretos também foram muito referenciados na cultura popular, além de serem citado em textos e filmes de suspense e terror, e um dos contos mais populares é “O Gato Preto” de Edgar Allan Poe, onde ele responsabiliza o felino por uma série de acontecimentos sobrenaturais.

Observa-se que ocorrem muitos maus tratos à Gatos Pretos, principalmente em Sextas-Feiras 13, devido à ignorância de pessoas que associam esses inocentes animais à magia negra.
É sempre importante lembrar que maus tratos à animais é crime, passível de punição perante a lei, além de demonstrar a falta de caráter de quem pratica esse tipo de delito, pois os animais também tem sentimentos, sentem dor e sofrem, assim como os seres humanos.
Por isso sempre deve-se tratar todos os animais, inclusive os gatos pretos com respeito, carinho e bons tratos.

=================================================================================

Se uma maneira ou outras, sempre é conveniente tomar cuidados especiais em "Sextas-Feiras 13", pois nunca se sabe o que poderá acontecer!



Tags: