Tipos de fantasmas: Poltergeist

  • 0 Respostas
  • 74 Visualizações

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Ricardo

  • Moderador Global
  • Aprendiz de Mestre
  • *****
  • Mensagens: 712
  • Sexo: Masculino
Tipos de fantasmas: Poltergeist
« em: Fevereiro 28, 2018, 12:24:09 am »
Poltergeist, essa palavra ficou bem conhecida por causa do filme de 1982,e a origem dessa palavra é alemã e significa "Fantasma Barulhento" (polter = barulhento / geist = fantasma), isso porque suas manifestações são sempre barulhentas, repleta de portas batendo, talheres caindo, copos quebrando etc. Porém, com o tempo, esse significado mudou...

Esse fenómeno era atribuído à espíritos travessos, que gostavam de assustar as vítimas piscando as luzes da casa, movendo objectos, abrindo e fechando portas de armários e toda a bagunça de que se tem direito. Os poltergeists também eram considerados os mais cruéis dos fantasmas, pois gostavam de ver o espanto e o medo das pessoas. Mas entre o começo e meio do século XX, pesquisadores do paranormal começaram a perceber algumas coisas estranhas em relação à esse tipo de actividade:

A. Embora a actividade fosse intensa e parecesse que uma entidade estivesse causando tudo, essa "entidade" nunca era vista;
B. Diferente da assombração tradicional, o fenómeno era sempre temporário, durando apenas alguns dias ou poucos meses;
C. O Fenómeno parecia centrar-se em um indivíduo específico, chamado de "agente";
D. Na maioria dos casos, o "agente" era uma garota adolescente.

Mas por que adolescentes? E ainda meninas...?

As meninas passam por mudanças hormonais extremas durante a adolescência e por isso gastam muita energia emocional. Toda essa turbulência física e emocional parece facilitar um outro fenómeno psíquico: a telecinese (capacidade de controlar directamente o ambiente com o pensamento), que pode ser uma capacidade humana reprimida. Sendo assim, essas adolescentes estariam lançando, inconscientemente, rajadas de energia telecinética no ambiente, liberando suas frustrações, medos e anseios contidos. Elas mesmas podem nem perceber que estão causando isso tudo, e passado o período dessas mudanças hormonais, tudo voltaria ao normal. Outra possibilidade seria que uma certa entidade "usasse" dessa energia em excesso da garota para gerar tais fenômenos, e quando essa energia acabava (passava o pico hormonal), a entidade ficaria igualmente sem força e a actividade cessaria.

Então, para dizermos que o que existe no local é uma ATIVIDADE POLTERGEIST, ela dependerá de um ou mais indivíduos específicos ("agentes") para ocorrer. Ou seja, se uma casa é  assombrada por uma Entidade, podemos montar o equipamento de pesquisa nessa casa (câmeras, gravadores, detectores de movimento etc) e mesmo ela estando vazia, sem seus moradores, ainda assim seria possível captar actividades. Da mesma forma, é possível captar Impressões em um local vazio, sem pessoas por perto e o mesmo pode ser dito da maioria das Distorções. Porém, uma atividade poltergeist é primariamente dependente de um "agente", da presença física dele. Sendo assim, essa é a única categoria fantasmagórica dependente da presença humana para acontecer.

O "Agente"-As actividades poltergeist são mesmo mais comuns na presença de mulheres na fase da puberdade/adolescência/juventude, porém, existem casos de atividade poltergeist que acompanha a pessoa por toda sua vida. Como se fosse um "dom" psíquico que a pessoa carrega. A mulher muitas vezes não se dá conta de que ela está gerando toda aquela actividade que geralmente é intensa. Diferente de quando uma Entidade age, o poltergeist não actua de forma subtil. Uma Entidade pode fazer com que objectos desapareçam de um lugar e apareçam em outro, e dificilmente você vê isso acontecendo, é subtil. Já um poltergeist é intenso, vai fazer o objecto voar violentamente contra uma parede ou contra uma pessoa. E essas coisas acabam sempre acontecendo ao redor desse "agente".

Seja o que for que crie o fenómeno poltergeist, ele é dependente da utilização de energia. O mecanismo pelo qual ocorre ainda é desconhecido, mas o processo de extrair energia parece afectar o corpo e a mente do "agente" que pode ser uma pessoa instável, flutuando de uma personalidade gentil e cortês para uma rude e desatenciosa. A mente do agente acaba ficando turvada ou desencaminhada pela actividade.

No fundo, é um fenómeno difícil de presenciar e de estudar, pois dura pouco tempo e geralmente seu "agente" se stressa com facilidade e está fragilizado. Um melhor entendimento desses casos deve levar a uma compreensão mais profunda da psique humana e seu relacionamento com o ambiente físico.

Atividade Poltergeist:
1. É dependente da presença de um indivíduo ou de indivíduos específicos.
2. Normalmente tem maior impacto sobre objectos físicos.
3. Costuma ser temporária.