Mensagens recentes

Páginas: 1 2 3 4 5 [6] 7 8 9 10
51
Chat Geral & Off Topic / Paciência tem Limite
« Última mensagem por Mestre Cruz em Outubro 10, 2018, 05:33:20  »



A vida é feita para ser vivida, não suportada. Quando somos obrigados a relevar tudo, ignorando os nossos sentimentos, ignorando feridas ainda abertas, impomos a nós mesmos uma espécie de tortura psicológica. E não devemos impor sofrimento a ninguém, incluindo a nós mesmos, para agradar as outras pessoas.

Ser gentil, amigável e prestativo é uma coisa ótima. Se mais pessoas dispusessem de um pouco do seu tempo e energia para ajudar os outros, provavelmente o mundo seria um lugar bem menos hostil e viver seria muito mais leve.

Por outro lado, não devemos confundir gentileza com passividade. Não devemos permitir que abusem da nossa boa vontade e passem por cima de nós porque somos bonzinhos e vamos aceitar e perdoar tudo.


Acredito firmemente no perdão. Porém, acredito também que deve ser perdoado quem pede perdão, quem deseja ser perdoado, quem demonstra arrependimento e vontade de dar um novo rumo para a relação.

Não, não somos obrigados a aguentar tudo. Paciência tem limites. Ninguém precisa sair pelo mundo se vingando, mas também ninguém deve ser obrigado a conviver e a ser gentil e a distribuir beijinhos e sorrisinhos para quem nos provocou sofrimento, para quem nos magoou gratuitamente.

Na maioria das vezes, como afirma o ditado popular, quem bate, esquece. Mas quem apanha não. Quando ofendemos ou prejudicamos de forma mais objetiva uma pessoa, causando danos à sua vida, devemos sim tentar consertar o que fizemos de errado ou pelo menos tentar amenizar de alguma forma o estrago que provocamos.
 
Sim, nem sempre é possível consertar nossos erros. Nem sempre é possível se aproximar de quem prejudicamos para demonstrar nosso arrependimento. Em alguns casos, nos mantermos longe é o melhor a se fazer. Mas neste post, quero me centrar nos casos em que é possível voltar atrás e corrigir o erro e mesmo assim a pessoa se recusa. Quero me centrar no fato de que ninguém é obrigado a engolir tudo porque é gentil e amigável.

A vida é feita para ser vivida, não suportada. Quando somos obrigados a relevar tudo, ignorando os nossos sentimentos, ignorando feridas ainda abertas, impomos a nós mesmos uma espécie de tortura psicológica. E não devemos impor sofrimento a ninguém, incluindo a nós mesmos, para agradar as outras pessoas.



NÃO SOMOS OBRIGADOS A SUPORTAR TUDO

Não, não somos obrigados a conviver com gente que nos põe para baixo com um sorriso falso nos lábios e palavras pseudo educadas. Não somos obrigados a conviver com gente que rouba o nosso ar, que baixa a nossa energia, que nos promove qualquer tipo de constrangimento. Não somos obrigados a agradar quem não se esforça minimamente para nos alegrar. Não somos obrigados a nos sacrificar por quem não dá a mínima por nossos sentimentos. Não somos obrigados a compreender e a demonstrar empatia por quem nos atropelou feito um trator.

Como disse Caetano Veloso, “cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é”. Sim, somos nós que conhecemos os nossos limites e sabemos até onde podemos caminhar sem forçar as articulações da alma. Somos nós que podemos mensurar o peso de uma ofensa e a extensão de um estrago sofrido em nossa vida.

fonte: https://osegredo.com.br/2016/08/nao-nao-somos-obrigados-aguentar-tudo-paciencia-tem-limites-e-vida-e-para-ser-vivida-nao-suportada/
52
Chat Geral & Off Topic / Fugir para nos encontrarmos a nós mesmos
« Última mensagem por Mestre Cruz em Outubro 10, 2018, 05:32:23  »


As pessoas fogem por dois motivos: Medo de não corresponder as suas expectativas ou medo de não corresponder às expectativas dos outros. Talvez, “fugir” seja uma palavra forte, quando a questão é apenas buscar um escapismo.

De qualquer forma, quando o espaço fica pequeno, as conversas se tornam sem sentido e o cheiro no ar já o sufoca, as frequências começam a mudar e alguns ciclos começam a dar sinais que estão terminando, o processo começa a ficar doloroso. Doloroso cada vez que a vontade da alma o arrasta para um canto e o corpo tende a ficar em outro. Nessa hora, nós temos apenas a escolha de enfrentar e sair de cena e ouvir o que a alma quer; dar um tempo para nós mesmos. Insistir em ficar em determinado lugar ou ciclo começa a doer no peito e confundir os pensamentos. É um querer seguir, mas lá no fundo sabemos que para aceitar novas coisas, precisamos deixar outras no passado e trancá-las em uma caixinha para sempre.

É assim para novos rumos, novas cidades e novas fases da vida.

É preciso limpar a poeira, trocar os móveis, embrulhar as coisas antigas para dar espaços as outras. O quarto já não é de criança e os quadros na parede começam a dar espaço pra fotos de viagens e diplomas…. Alguns porta-retratos ficam vazios até receberem a foto certa.

Os ciclos terminaram e outros estão ansiosos para vir e você precisa estar pronto para recebê-los. É preciso pensar que dentro dos novos ciclos, outras coisas e pessoas também se prepararam para receber você. É a grande magia do Universo que conecta a todos nós e sempre nos faz aprender a silenciar, ouvir e nos conectar em equilíbrio.

Nós sabemos que deixar parte do que nos fez feliz por muito tempo e foi parte da construção de nossa essência é doloroso e dói mais pensar que o que foi tão bom pôde ter um fim. Não aceitamos isso, mas a alma que pertence a conexão cósmica nos avisa e nos prepara nos deixando cansados de onde estivermos. Buscamos respostas, buscamos compreensão, buscamos mais sinais e parece que quanto mais buscamos e corremos, mais nos vemos num labirinto sem saída. Algumas pessoas que eram tão próximas se tornam estátuas que não conseguimos mais nos comunicar… e então percebemos que o momento é buscar apenas o silêncio em nós mesmos. Fugir de tudo e todos e nos reencontrar.
 
É o momento de nos fortalecermos em nossa própria energia. Nesse momento de aprendizado nós começamos a sentir que nunca precisamos de um alicerce mais forte do aquele que estava dentro de nós. Talvez seja nessa fase da vida em que as pessoas criam a base sólida de serem elas mesmas conectadas com o mundo.

Fugir de tudo é algo belo sem captar alguma influência que pode deter a sua essência. É inteligente ouvir nós mesmos e não nos deixar cair em loucura em fases transitórias. Tudo é frequência e cada frequência atrai outras. Precisamos nos desligar de umas para nos conectar às outras, senão fizermos isso é como levar um “choque”, passado e futuro se confrontam e não sabemos para onde e como seguir, quem somos nós naquele pequeno pedaço de espaço e tempo.

Frequências confusas nos impedem de ouvir a nossa própria mente e intuição e nos conectar com o mundo em volta. É hora de se isolar, de não ouvir mais nada, de deixar as estações passarem e ser folha ao vento. A hora de se afastar é estar no alto da montanha observando tudo em volta, mas sem ninguém poder ver e perturbar você. Agora você tem o controle de observar, sem ser empurrado…

Um dia a alma grita e ninguém pode permanecer adormecido para todo o sempre.

Ninguém pode negar sua origem por muito tempo. A nossa própria alma desafia a nossa consciência até que sejamos um só neste corpo humano e vida humana. Em determinadas fases da vida, quando precisamos desse escapismo e após enfrentar isso, que damos mais um passo para a evolução de nossos espíritos.

Se pudermos controlar a nossa mente e refletir mais sobre nós mesmos, a vida trará alguma razão. De fato, você precisa de um escapismo para se achar neste mundo.

https://osegredo.com.br/2016/08/as-vezes-gente-precisa-fugir-de-tudo-para-se-encontrar/
53
Chat Geral & Off Topic / Dinheiro - A Bênção
« Última mensagem por Mestre Cruz em Outubro 10, 2018, 05:31:21  »


Todo o dinheiro que eu dou é abençoado e retorna para mim multiplicado

Esta é uma das mensagens mais incomuns que eu recebi do Arcanjo Gabriel. Ela, obviamente, veio em um momento em que eu estava stressada sobre o dinheiro e estava tentando encontrar uma maneira mais espiritualizada de lidar com minhas finanças.

Esta mensagem fala ao coração de nossas atitudes sobre o dinheiro, e abre mais consciência para os aspectos de nossos pensamentos que precisam ser elevados a fim de vivermos a vida abundante que queremos experimentar.

A bênção abre o caminho para a manifestação daquilo que realmente desejamos receber em nossas vidas. Quando abençoamos algo, isto “confere energia” ao objeto do nosso foco. Esta bênção eleva a energia e libera a contração do medo que mantém qualquer sentimento de falta, sentimentos de que não há energia suficiente (na forma de tempo, dinheiro, saúde, idade), tudo o que retém os dons da vida abundante que nós tanto desejamos. Toda a vida é simplesmente energia se manifestando a partir do nosso foco de atenção.

Esta mensagem está diretamente relacionada com a energia do dinheiro. Ela não está sugerindo que gastemos indiscriminadamente. Ela não significa que uma bênção irá curar atos impensados. É uma abertura de energia que é inerente à forma como usamos o dinheiro para satisfazermos as nossas necessidades.

A cada vez que usamos um cartão de crédito, um cheque ou damos dinheiro a outra pessoa, temos a oportunidade de abençoar nossas próprias vidas e o sistema econômico do mundo com uma maior frequência. Nossa bênção irá ajudar na criação da mudança que queremos ver manifestada, aumentando as frequências de energia e abrindo novos níveis de gratidão e de amor em nossas vidas.

Este processo cria uma onda do bem em nossas próprias vidas e no mundo, quando escolhemos viver conscientemente nas frequências mais elevadas da energia através de nossa bênção. Quando abençoamos o dinheiro que damos ao outro, estamos aumentando a energia em sua vida, bem como na nossa. Estamos literalmente, abençoando todos os seres com abundância através deste ato consciente.

Quando eu abençoo todo o dinheiro que eu gasto, isto também aumenta minha capacidade de confiar que todas as minhas necessidades estão sendo atendidas. Isto se torna especialmente poderoso quando eu peço que a graça e a facilidade sejam adicionadas ao fluxo. Podemos pretender que recebamos a energia em formas mais cheias de graça e permitimos que a vida tenha mais facilidade. É simplesmente o nosso foco de atenção que faz a diferença.

A oração é um meio poderoso para eu mudar o meu foco de atenção e abrir o meu coração para um fluxo da Graça na minha vida.

Presença Divina,

Obrigado por um novo nível de abertura em meu coração, que me permite receber de maiores maneiras o fluxo Divino da Abundância. Sou muito grato que o poder da Graça seja a energia em que vivo, movo e tenho o meu ser.

Peço a Graça e a Facilidade no fluxo do dinheiro através de minha vida e sei que todo o dinheiro que eu dou é abençoado e volta para mim multiplicado. Eu abençoo este fluxo na minha vida e na vida de toda a humanidade. Que todos nós possamos crescer na Fé e ver demonstrações em cada uma das nossas vidas de que todas as nossas necessidades estão sendo atendidas.

Que eu possa continuar a receber esse fluxo com maior Facilidade e entre em novos níveis de Liberdade em todas as áreas da minha vida. Eu abençoo a consciência deste Fluxo Abundante que desperta nos corações de todos os seres na Terra. Que cada pessoa esteja alinhada com a Realidade Mais Elevada de sua Alma e viva com respeito e harmonia com o fluxo Divino de Tudo O Que É. Que assim seja.

A Mensagem de Gabriel

Todo o dinheiro que eu dou é abençoado e volta para mim multiplicado.

Querido,

Você recebeu recursos ilimitados para usar em sua vida terrena. Estes recursos ilimitados incluem admirável beleza, relacionamentos que afirmam a divindade dentro de você, a liberdade de ser o melhor que possa ser, e um fluxo abundante de dinheiro. Este fluxo de dinheiro é, por vezes, o mais difícil dos dons de Deus para você ver em sua vida. Você fica no meio desta energia, que pode ser usada para tornar a sua vida mais confortável, e, no entanto, muitas vezes, a sua capacidade de receber esses recursos é limitada por seus pensamentos e pela sua resistência em receber.
Esta energia da Fonte Divina, que é chamada de dinheiro, tem as mesmas propriedades inerentes nela que qualquer um dos dons de Deus tem, tais como o Amor e a Alegria. É a forte energia da Força Vital, a qual você pode ligar, a fim de receber as bênçãos do fluxo abundante do dinheiro.

Uma maneira fácil de se tornar mais disponível para o dinheiro é através da criação de pensamentos de recursos ilimitados em sua mente. Seus pensamentos criam a sua realidade. Quando você entretém pensamentos de falta, de “não ter o suficiente” em sua vida, isso se traduz em seu mundo como não havendo dinheiro suficiente para atender às suas necessidades. Uma mudança no seu pensamento é necessária antes que você possa atrair um nível abundante de renda para si mesmo.

Uma maneira de mudar a sua consciência é através de afirmações. Nós lhe demos uma afirmação muito poderosa para dizer todos os dias e, especialmente, a cada vez que você passar cheques ou gastar dinheiro, mesmo que seja apenas alguns centavos. Esta afirmação é:
Todo o dinheiro que eu dou é abençoado e volta para mim multiplicado.

Quando você abençoa qualquer coisa – seus amigos, filhos, parceiros de vida, empregos, etc. – o bem inerente é aumentado. A Bênção leva a um aumento na energia. Então, quando você abençoa todo o dinheiro que você gasta, você aumenta a energia que ele leva ao mundo.
Você já ouviu a expressão, o que vai, volta. Este é um princípio básico: o que você dá é o que você recebe. Quando você dá bênçãos, você recebe bênçãos. Quando você dá a partir do medo da falta, você recebe de volta o que você teme – falta de renda abundante. O medo é uma força muito poderosa que pode atrair para você o que você mais teme. Amor e bênçãos, no entanto, contêm ainda mais poder e podem trazer para você aquilo que é abençoado com amor. Lembre-se de que Deus é a fonte de sua oferta e que não há escassez. Este recurso inesgotável do Espírito é igual a todas as necessidades que você possa ter.

Muitas pessoas chegam ao Oceano da Abundância com apenas uma colher de chá, quando elas poderiam trazer um balde ou um caminhão-tanque. Você pode escolher conscientemente expandir a sua capacidade de receber e ampliar seu próprio recipiente. Uma maneira de fazer isso é através de orações de gratidão e bênçãos pelo que você já tem e pelo que você receberá. Estas orações irão ajudar a elevar a sua consciência e lhe trarão a um espaço onde você pode afirmar a verdade de que você está em harmonia com a vida abundante e com o fluxo abundante de dinheiro e de prosperidade no mundo. Abençoar todo o dinheiro que você dá é outra maneira de fazer isso.

A abundância de Deus existe em toda parte, e você pode entrar no fluxo da consciência que lhe permite ter todas as suas necessidades atendidas, quando você desenvolve a atitude de gratidão, bênçãos, e afirma a verdade divina da abundância em todas as coisas. Então, comece agora a abençoar aquilo que você tem e abençoe aqueles que você ama.

Eleve-se para que você possa começar a ver o que é bom em sua vida. E lembre-se de sua mensagem do Arcanjo Gabriel hoje:

Todo o dinheiro que eu dou é abençoado e volta para mim multiplicado.

Fonte – www.thegabrielmessages.com.
Tradução – Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br


https://trabalhadoresdaluz.altervista.org/arcanjo-gabriel-mensagem-diretamente-relacionada-com-a-energia-do-dinheiro/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+newslettersTrabalhadoresdaLuz+%28Trabalhadores+da+Luz%29
54
Chat Geral & Off Topic / Erotismo e uso de Estupefacientes
« Última mensagem por Mestre Cruz em Outubro 10, 2018, 05:26:24  »



Cannabis: o poder erótico e espiritual da Erva

A deusa egípcia Seshat representada com uma folha de marijüana sobre a cabeça. Seshat foi uma divindade protetora das bibliotecas, do conhecimento e da geomancia entre outras coisas.

Bast, a Artemis grega, deusa da sabedoria. Entre os egípcios, zoomorfa meio-gato, meio-mulher, acreditava-se que dominava variados aspectos da vida civilizada: do Sol Nacente, como filha de Rá; e também deusa da iluminação [intelectual], do lar, do sexo, da fertilidade e do parto, dos prazeres físicos e, curiosamente, deusa das lésbicas que, no país do faraó, eram associadas à verdade, honestidade.

As origens do uso erótico/sexual da marijüana remonta ao surgimento dos ritos de fertilidade associados às primeiras práticas da agricultura - em uma época em que a ligação do homem com a terra, com os campos, era compreendida como uma relação religiosa. Entre comunidades primitivas de caçadores, os shamans usaram a magia "imitativa" ou magia simpática [de reprodução, representação da realidade] para obter sucesso na expedições de caça. Vestiam peles de animais, envergavam cabeças de grandes mamíferos em suas danças mágicas. Quando as comunidades fizeram sua transição da economia de caça-coleta para a economia agrária, a mesma lógica foi aplicada aos campos cultivados. Os ciclos das colheitas eram acompanhados de simbolismos e festas rituais.

Para estimular o bom desenvolvimento dos campos, os primeiros agricultores acreditavam na necessidade de renovar, periodicamente, o "matrimônio" entre a divindade da Terra e a divindade dos Céus. [Como na mitologia grega, Urano, o Céu, fecunda a Terra, Gaia]. O tema principal desses rituais, portanto, era o sexo, posto que era/é meio de fecundação. Orgias coletivas eram praticadas nos campos; orgias que, mais tarde, foram ritualizadas em cerimônias fechadas entre o rei e sua consorte ou entre sacerdotes e sacerdotisas.

A cannabis é considerada uma das culturas mais antigas da humanidade e a planta tem poderosas qualidades afrodisíacas. As práticas orgiásticas começaram precocemente justamente entre aquelas comunidades pioneiras no cultivo e uso da planta e uma das primeiras práticas religiosas da humanidade foi o coito ritual praticado nos campos.

Experiência Religiosa

O pesquisador da marijüana, Sula Benetowa, diz que a origem deste antigo culto, da cannabis, pode ser encontrada no Oriente Médio. No artigo Tracing Onde World Through Different Languages, ele escreve: "Tendo em conta o elemento matriarcal da cultura semita é possível afirmar que a Ásia Menor foi o centro de onde se propagou ambos os caracteres socioculturais: o matriarcalismo e o uso massivo do hashish [essência oleaginosa da maconha].

Um desses "elementos matriarcais" refere-se ao culto da deusa semita Asherah [em algumas tradições, dita consorte de Jehová], para quem era queimada a cannabis como incenso sagrado. Os corpos também eram "ungidos" com um o óleo da cannabis, o Santo Óleo, semelhante ao usado por Moisés e outros profetas e reis judeus da Antiguidade. [ver CC#5, Kaneh Bosm: the hidden story of cannabis in the old testament].

Objetos relacionados ao uso de cannabis foram encontrados em tumbas congeladas dos antigos Citas [Scythians] nas montanhas Altai, na fronteira entre a Rússia e a Mongólia. No sítio arqueológico também foram achadas sementes e restos dos "frutos" [berlotas] da planta. O Citas usavam a maconha reunindo-se em cabanas onde a erva era queimada e todos aspiravam seus vapores "mágicos" - um "efeito sauna". Essa prática de "repirar cannabis" foi mencionada por Herótodo e data de 500 a.C.. In Hallucinogenic Plants
EROWID.ORG

William Cole, em Sex and Love in The Bible, fala do culto a Asherah, enquanto cônjuge ou "aspecto feminino" do "deus" israelita Jehovah: "Era foi uma divindade da Natureza, simbolizando sexualidade e fertilidade. Em muitas passagens do Antigo Testamento existem referências a Asherah, representada
  • como um pilar de madeira, um objeto de devoção. Claramente, é um símbolo fálico, ocupando lugar similar ao Lingam hindu.


Cole também explica que muitos deuses e deusas antigos aparecem em pares de macho/fêmea, [uma referência aos Hermafroditas de Raças Antigas]. Tais deuses também são retratados criando o mundo/Universo através de uma cópula [ato sexual].

"Os devotos destas divindades, aparentemente acreditavam no dever religioso da magia imitativa na qual, homem e mulher copulavam no solo, misturando suas "sementes" e seus desejos com a terra que, assim, tornar-se-ia ou continuaria fértil, pela partilha do ato sexual praticado pelos humanos. As orgias envolviam o uso de psicotrópicos, substâncias alucinógenas ou relaxantes/excitantes além de atividade sexual intensa e heterodoxa como importante fator de eficiência "mágica".

Canção Erótica de Salomão

Uma passagem clássica de "erotismo bíblico", o Cântico dos Cânticos, atribuído ao rei Salomão, atualmente é amplamente aceita como um texto litúrgico-amoroso integrante dos culto ao deus/deusa da fertilidade na região do Oriente Médio. É fato histórico conhecido que o rei israelita Salomão foi iniciado em cultos estrangeiros diversos em virtude do íntimo contato com a cultura de suas numerosas esposas, provenientes de diferentes nações, como o culto a Astarte e a queima ritual do incenso de cannabis [1 Reis 11:3-5].

Não é surpresa, portanto, encontrar umas tantas referências bíblicas diretas à cannabis nos Cânticos de Salomão:

"O quanto é intenso o seu amor, minha irmã, minha noiva! Mais delicioso que o vinho é o teu amor e a fragrância de seu óleo [ungënto], mais deliciosa é que o aroma das especiarias. Seu corpo é um pomar de frutos abundantes, de romãs, de henna e nardos, nardos e açafrões, cannabis [Kaneh Bosm] e canela e todas as árvores de incenso" ... [Cântico dos Cânticos 4:8-14]. Outra passagem demonstra explicitamente a a simbologia sexual dentro da liturgia [cerimônia religiosa]:

Meu amor tocou-me a caverna

e meu ser fervia por ele
Eu me ergui e me abri para o meu amor
a minhas mãos gotejavam a mirra
A mirra escorrendo entre os dedos
sobre as mãos...
E eu abri minhas cadeias para o meu amor
Cântico dos Cânticos 5:4-6

Astarte foi adorada como filha e contraparte [aspecto] de Asherah e, tal como sua "mãe", seu culto era associado às práticas sexuais e ao uso da cannabis. Tanto o Cântico dos Cânticos quanto o Hino a Ishtar [outra divindade mesopotâmica] são narrativas de união conjugal. Cerimônias muito parecidas, que incluem o culto ao sexo e uso ritual da cannabis, são encontradas na Índia [ainda nos dias atuais].

O Festival das Carruagens, que data de época pré-Védica, ainda é realizado pelo culto Jagahath, em Puri. Nesta antiga festividade, carruagens com decoração elaborada, representando o "mundo em ação", saem em cortejo levando a figura velada do "Senhor do Universo" e sua noiva. Acredita-se que uma das figuras veladas é um lingam [pênis] gigante.

Durante o Festival de Jagganath, as "prostitutas do templo" desempenham o papel de "esposas do rei-deus" e mantêm relações sexuais com o "rei" ou sacerdotes a fim de obter abundantes chuvas de estação. O uso da cannabis faz parte dos rituais. O pesquisador do psicodelismo, Jonathan Ott, em seu livro Pharmacotheon, conta que os ingleses suprimiram, proibindo, esse ritual em toda a Índia e a atuação das devadasis, as prostitutas sagradas. A tradição desapareceu lentamente exceto em Puri.

Shiva E Kali

O uso da marijüana é parte do culto Tântrico Hindu de Shiva e Kali, duas das mais antigas divindades do mundo. O uso erótico ritual da cannabis também está inserido em no contexto da obtenção de fertilidade. A forte associação de Shiva com a cannabis está claramente demonstrada na antiga mitologia que envolve a planta bem como as minuciosos procedimentos dos devotos em relação aos campos sagrados.


Praticantes de tantra, seguidores de Shiva e Kali ainda usam marijüana como estimulante do sistema nervoso central capaz de ativar a energia chamada de kundalini, intimamente conectada com a energia sexual. É um costume milenar. Em The Woman's Encyclopedia of Myths and Secrets, a pesquisadora Barbara Walker explica:

Os principais fundamentos das práticas tântricas podem ser encontrados em tempos pré-históricos. Basicamente, é uma teosofia [pensamento religioso] que inclui o culto à Deusa-Mãe, às forças sexuais, à fertilidade, aos fenômenos naturais, tal como nos cultos animistas. Muitos dos símbolos usados no tantrismo contemporâneo, como os órgãos sexuais feminino e masculino, são semelhantes àqueles encontrados em cavernas paleolíticas, datando de 20 mil anos, em lugares tão diferentes quanto Europa Ocidental e China.

Sexo, Maconha & Energia

Os cultos à fertilidade, repletos de práticas sexuais, evoluíram ao longo das Eras e desenvolveram-se entre os estudiosos Gnósticos e os praticantes de Tantra. Tornou-se um "casamento sagrado" que acontece no plano mental dos praticantes. O ritual não se dedica mais à fecundidade da terra ou dos homens; antes, pretende proporcionar o encontro do indivíduo consigo mesmo e sua identificação com o Universo.

Ritos que usam o sexo e a cannabis buscam o despertar da kundalini e sua ascensão, ou seja, a ativação da energia sexual de modo tal que ela possa percorrer a coluna, alcançar a glândula pineal e atuar no cérebro como força criadora e re-generadora; e não mais e somente como força de geração física.

A glândula pineal é considerada a sede da alma, do espírito. É um órgão misterioso de funções praticamente desconhecidas mas para os praticantes do esoterismo, o uso da cannabis combinados com outras práticas, como relaxamento e meditação, produz uma ativação incomum da energia sexual. Nas palavras do místico Aleister Crowley, extremamente experiente quando o assunto é droga e sexo: "Quando você entende que Deus é meramente um nome para o instinto sexual não me parece tão difícil admitir que Deus está no sexo".

https://despertarcosmico2012.blogspot.pt/2011/03/cannabis-o-poder-erotico-e-espiritual.html
55
Chat Geral & Off Topic / Promessas
« Última mensagem por Mestre Cruz em Outubro 10, 2018, 05:25:38  »




Quando pessoas que tem algum tipo de fé e desejam pedir algo para Deus tendem a fazerpromessas para terem os seus pedidos atendidos. Existe uma ideia de que algum sacrifício pode contribuir para que algo grandioso ocorra. Tendo crença religiosa ou não é importante reconhecer que existe um reforço positivo em tudo o que se pede através de algum tipo de promessa.
Para muitas pessoas é essencial ter essa ligação com fazer pedidos e receber o que foi solicitado devido ao fato de fazer algum tipo de sacrifício pessoal. Promessas tendem a ser o pilar de sustentação dos principais desejos de quem está em busca de mudar alguma coisa em sua vida. Não existem regras para as promessas, mas em geral as pessoas prometem algo que para elas é difícil de oferecer.

Promessas Para Diferentes Fontes
Não é somente para Deus que os cristãos costumam oferecer promessas, em geral os santos também recebem muitos pedidos para realizar algo especial na vida das pessoas. Um dos santos campeão desse tipo de pedido com alguma eventual promessa é Santo Expedito que é o santo das causas impossíveis. As promessas feitas para esse santo precisam ser bem criativas uma vez que os pedidos que lhe são feitos não são nada fáceis de realizar.
Outro santo que sempre recebe promessas variadas é Santo Antônio conhecido como o santo casamenteiro. Enquanto ele está recebendo promessas está tudo bem, o problema é quando o santo é ‘castigado’ para que realize algum desejo de um solicitante. Algumas pessoas mergulham esse santo de cabeça para baixo num copo d’água e assim por diante. Seja como a for a fé popular de que terá um pedido realizado mediante algum tipo de promessa, seja ela desfazer um castigo ou mesmo se sacrificar de alguma forma.

Grandes Pedidos, Grandes Promessas
Embora não existam regras para fazer promessas existe um consenso geral de que é necessário empreender esforços do tamanho do que se espera receber em troca. Sendo assim se você irá pedir algo muito impactante para a sua vida esteja preparado para prometer e cumprir algo de igual relevância. Para quem acredita no poder das promessas é importante que ocorra a correspondência de sacrifício e recebimento para que se tenha a chance real de receber o que se está pedindo.
Por isso ficamos sabendo de histórias de muitas pessoas que sobem escadarias muito altas de joelhos, carregam algo pesado ou mesmo abrem mão de algo que lhes é importante para ter algum tipo de dádiva. Uma forma interessante de fazer promessas e ajudar a humanidade é fazer uma promessa em que se ofereça auxilio de quem necessita. Pode ser um jeito de retribuir verdadeiramente a algo bom que a vida lhe deu, não é mesmo?

Cumpra as Suas Promessas
Tudo o que você prometer deve ser cumprido, pois senão nas próximas vezes em que utilizar esse recurso de oferecer algo em troca do recebimento de alguma coisa não terá o que pediu. Cumprir promessas é algo que deve fazer parte da vida de quaisquer pessoas sejam elas cristãs ou não uma vez que é um alinhamento de caráter importante. Deus sempre cumpre as suas promessas.
Quem conhece o que diz a Bíblia sabe que Deus cumpre tudo aquilo que promete a quem tem fé em sua palavra. Se Deus age desta forma aqueles que desejam lhe seguir também devem ter ação dessa forma, não é mesmo? Então não deixe de cumprir as suas promessas como uma forma de demonstrar que existe correspondência de seu caráter com o que você acredita e deseja para a construção da sua vida.

O Poder das Promessas
Verdadeiramente o poder de qualquer coisa está no tanto que se acredita nela, isto é, uma promessa terá o poder que a sua fé nela conceder. Dessa forma é importante que você pense com forte ardor e desejo no que está pedindo e assim possa receber em troca da sua oferta. Prometer é algo relativamente simples, pois basta demonstrar através de palavras a sua intenção de fazer alguma coisa.
No entanto, o que é realmente complicado e demanda o empenho daqueles que oferecem uma promessa é cumprir a mesma. O cumprimento de uma promessa é algo que realmente faz a diferença para que as coisas caminhem bem na vida dos cristãos. Quando não se cumpre o que foi prometido existe um peso que persegue aquele que se encontra em dívida. Então podemos dizer que o principal conselho que se pode dar a respeito de promessas é nunca prometer o que não pode cumprir.

Pense Muito Antes de Prometer
Antes de fazer uma promessa é importante pensar muito a respeito do que se irá prometer, pois num momento de desespero pode ser que a pessoa se empolgue e ofereça algo que depois de algum tempo se mostrará impossível de ser realizado. Para os cristãos é bastante complicada essa questão de fazer uma oferta que não se irá cumprir por ser impossível ou mesmo por uma eventual desistência. Pense bastante sobre isso e somente prometa o que poderá ser cumprido.
O peso de uma promessa pode ser mais fácil de carregar quando existe uma compatibilidade com as suas possibilidades cumprir o que foi oferecido. Promessas devem ser sempre vistas como algo importante de cumprir e que podem te ajudar a realizar algum objetivo. Pense que para receber algo da vida devemos ofertar algo, uma troca em que se considera o que é mais necessário e importante.

Sacrifício
O que geralmente se entende por uma promessa válida é aquela em que se oferece algo que realmente fará algum tipo de impacto na vida de quem irá cumprir a promessa. Um sacrifício sempre é bem recebido como objeto de uma promessa, porém, você pode se focar em outros tipos de promessas como, por exemplo, oferecer ajuda para outras pessoas ou então mudar algo que não está bom e assim por diante.
O mais importante é você prometer algo que realmente poderá cumprir, não deixe de pensar a esse respeito. Sacrifícios são bem vistos no que diz respeito a promessas e pode ser um caminho para quem quer realizar algo.


56
Chat Geral & Off Topic / 31 coisas bizarras que todos fazemos
« Última mensagem por Mestre Cruz em Outubro 10, 2018, 05:24:57  »


Você se considera uma pessoa bizarra? Provavelmente, sua resposta será não! Mas saiba que todos nós, em algum momento, adotamos comportamentos super estranhos e que podem ser considerados bizarros.

Estamos falando de coisas que quase todas as pessoas fazem, mesmo sem se dar conta. São atitudes engraçadas e esquisitas, comportamentos inexplicavelmente bizarros!


Confira uma relação de 31 coisas estranhas que você já deve ter feito:


1. Caminhar na calçada pisando apenas nos blocos pretos ou brancos.

2. Abrir a rede social a cada cinco minutos, mesmo sabendo que não haverá novidade nas notificações.

3. Abrir a geladeira várias vezes, mesmo depois de verificar que não há nada para comer, apenas na esperança de encontrar algo gostoso inesperadamente perdido nas prateleiras.

4. Escutar conversas alheias no transporte público e dar risada.

5. Conversar sozinho mentalmente.

6. Formular boas respostas e argumentações para conversas que você possivelmente nem vai ter.

7. Imaginar sua música favorita como uma trilha sonora para sua vida, como nas novelas.

8. Entender uma pergunta e fingir que não entendeu, perguntando “O que?” para a pessoa repetir o questionamento.

9. Ligar para uma pessoa sem ter o que conversar com ela.

10. Tentar disfarçar quando tropeça na rua, mesmo sabendo que todo mundo viu.

11. Tentar mover objetos com a mente.
Mover objetos com a mente

12. Usar óculos escuros para se esconder dos outros na rua.

13. Imaginar mil vezes o que você faria com o prêmio da Mega Sena.

14. Acabar de trancar a porta do carro ou de casa e não ter certeza se realmente o fez.

15. Conversar com os animais como se eles fossem seres humanos.

16. Verificar a última visualização das pessoas no WhatsApp para saber quando foi a última vez que estiveram online.

17. Ler a revista, o livro ou o jornal de alguém.

18. Cheirar o próprio pé.
Cheirar o próprio chulé

19. Esquecer o nome de uma pessoa que te conhece.

20. Confundir seu amigo com um estranho.

21. Segurar a mão de um estranho achando que está perto do namorado.

22. Beijar alguém na boca acidentalmente.

23. Encarar um estranho e ele retribuir o olhar.

24. Ouvir a piada alheia e rir.

25. Bisbilhotar a vida de pessoas que você nunca viu pessoalmente no Facebook ou no Instagram.

26. Lembrar-se de alguma coisa engraçada e dar risada sozinho.

27. Ligar para uma pessoa no modo privado, se arrepender e desligar.

28. Pesquisar seu próprio nome no Google.

29. Fazer pesquisas estranhas na internet, como procurar cartas psicografadas de artistas, fantasmas famosos ou assassinos em série.

30. Clicar em um link estranho no Facebook, mesmo sabendo que você vai se arrepender.

31. Curtir por acidente uma foto da rede social que você está vasculhando.

Fonte: https://www.sitedecuriosidades.com/curiosidade/31-coisas-bizarras-que-as-pessoas-fazem.html
57
Chat Geral & Off Topic / É possível ser Mãe aos 70 anos? Digo-te que sim
« Última mensagem por Mestre Cruz em Outubro 10, 2018, 05:24:19  »
Médicos afirmam que existe uma idade ideal para a maternidade, quando o corpo da mulher ainda está saudável e preparado para gerar um bebê. Esse período ideal seria entre os 20 e os 29 anos de idade, mas os avanços da reprodução humana assistida têm mudado um pouco estas estatísticas e garantido às mulheres a possibilidade de optar por uma gravidez tardia.

A partir do desenvolvimento dos métodos anticoncepcionais e da presença efetiva das mulheres nas universidades e no mercado de trabalho, o momento da primeira gravidez passou a ser adiado. Contudo, muitas mulheres que buscam o desenvolvimento pessoal e profissional se sentem inseguras sobre ter filhos mais tarde. As prioridades da mulher mudaram, mas nem por isso ela precisa deixar de lado o sonho de ser mãe!

Atualmente, a faixa de idade de risco para a gravidez é após os 35 anos, quando a mulher tem mais probabilidade de ter um filho com síndrome de Down. Tudo está relacionado a um declínio na fertilidade das mulheres.

Mas, para provar que nada é impossível, uma mulher indiana acaba de ter um filho aos 70 anos de idade. Daljinder Kaur foi mãe pela primeira vez após um tratamento de fertilização. O marido, o indiano Mohinder Singh Gill, tem 79 anos.

A indiana deu à luz um menino depois de dois anos de tratamento de fertilização in vitro. O procedimento foi realizado em uma clínica de fertilidade no estado de Haryana, na Índia.

Daljinder Kaur é casada há 46 anos e disse que já estava perdendo a esperança de ser mãe. O bebê foi concebido com o óvulo e o esperma do casal. A criança nasceu completamente saudável.

Fonte: https://www.sitedecuriosidades.com/curiosidade/e-possivel-ser-mae-aos-70-anos-te-digo-sim.html
58
Chat Geral & Off Topic / 10 frases budistas que podem mudar sua visão de vida
« Última mensagem por Mestre Cruz em Outubro 10, 2018, 05:23:20  »


O Budismo é uma das religiões mais antigas ainda praticadas e uma que tem mais seguidores, cerca de 200 milhões de pessoas no mundo. Enquanto alguns preferem se referir ao Budismo mais como uma filosofia de vida do que uma religião.

De uma forma ou de outra, o que tem permitido esta filosofia / religião sobreviver ao longo do tempo e continuar ganhando popularidade são suas mensagens simples e cheias de sabedoria que pode realmente melhorar nossas vidas diárias. Na verdade, não é necessário abraçar o budismo para colher os benefícios que ele pode nos oferecer. Basta manter uma mente aberta e o coração disposto.

1. A dor é inevitável, o sofrimento é opcional.
Nós tendemos a pensar que reagimos aos eventos que trazem consigo a semente de tristeza ou da alegria, mas, na verdade, reagimos ao que os fatos significam para nós. Nós só podemos sofrer por aquilo a que demos importância. Portanto, para evitar sofrimento desnecessário, por vezes, apenas um passo para trás, desanexar emocionalmente e ver as coisas de outra perspectiva. É difícil, mas com a prática você aprende. Na verdade, uma outra frase budista nos mostra o caminho: “Tudo o que somos é o resultado do que pensamos; É fundada em nossos pensamentos e é feito de nossos pensamentos. “

2. Alegrai-vos porque em toda parte é aqui e tudo é agora.
Muitas vezes perdemos a vida enquanto estamos amarrados ao passado ou preocupados com o futuro. No entanto, o budismo nos ensina que temos apenas o aqui e agora. Portanto, devemos aprender a estar totalmente presentes, para desfrutar de cada momento como se fosse o primeiro e o último. Não mergulhar no passado ou sonhar com o futuro, se concentrar no momento presente, porque é onde você vai encontrar as chaves para a felicidade.

3. Tenha cuidado com o exterior, bem como seu interior, porque tudo é um.
Somos uma unidade física e espiritual, mas muitas vezes nos esquecemos. Às vezes nos preocupamos muito sobre como cuidar do corpo e esquecemos a alma, enquanto em outras vezes nos preocupamos muito com  nosso equilíbrio psicológico e negligenciamos aspectos importantes, tais como dieta e exercícios. No entanto, para encontrar um estado de bem-estar verdadeiro é imperativo que a mente e o corpo estejam equilibrados.

4. Melhor usar pantufas do que tentar colocar  tapete no mundo.
Às vezes, ou porque superestimamos nossas forças ou porque não estamos cientes da magnitude da situação, estabelecemos metas que vão além de nossas capacidades. Em seguida, geramos um estresse desnecessário. No entanto, para encontrar a paz interior, é importante estar ciente de nossas forças e nossa dose de recursos, e qualquer caminho tem que começar de nós mesmos, antes de mudarmos o que não gostamos no mundo, mudemos o que não gostamos em nós mesmos.

5. Não ferir os outros com o que causa dor a si mesmo.
Esta é uma das máximas do budismo que, se aplicada ao pé da letra, estaríamos praticamente eliminado todas as leis e preceitos morais. No entanto, esta frase budista vai além do clássico “não faça aos outros o que você não quer fazer para você”, pois envolve, acima de tudo, uma profunda compreensão de nós mesmos e, uma grande empatia para outros.

6. Não é mais rico quem tem mais, mas quem precisa menos.
Apesar de não estarmos conscientes disso, o nosso desejo de mais, seja no material ou emocional, é a principal fonte de nossas preocupações e desapontamentos. Quando aprendemos a viver com pouco e aceitando tudo que a vida nos oferece no momento, podemos alcançar uma vida mais equilibrada e reduzir a tensão e stress. Entender que já temos todo necessário para atingir a paz interna e felicidade é um ensinamento que traz tranquilidade na caminhada e evita a ansiedade e desgaste incessante de sempre achar que a felicidade está logo ali na frente, mas nunca aqui.

7. Para entender tudo, é preciso esquecer tudo.
Quando somos pequenos, estamos abertos à aprendizagem, não temos ideias preconcebidas. No entanto, à medida que crescemos nossa mente está cheia de condicionamentos sociais que nos diz como as coisas devem ser, como devemos nos comportar e até mesmo o que pensar. Estamos tão imbuídos nesse contexto que não percebemos que nossa mente se tornou uma caixa muito estreita que nos aprisiona. Então, se você quer mudar e ver as coisas de outra perspectiva, o primeiro passo é se separar das crenças e estereótipos que o mantem amarrado. Neste sentido, uma outra frase budista nos ilumina: “No céu, não há distinção entre o leste e o oeste, são as pessoas que criam essas distinções em sua mente e depois pensam que são verdadeiras“.

8. O ódio não diminui ódio. O ódio diminui com o amor.
Gerar violência, raiva produz ressentimento. É algo que quase nunca aplicamos quando nos envolvemos em discussões nas quais somos guiados por nossas emoções mais negativas, respondemos às críticas com outro comentário e um ataque ainda mais forte. No entanto, o ódio só gera ódio, a única maneira de contrariar o seu efeito é o de proporcionar amor, respondendo com emoções positivas. Não se apaga fogo com mais fogo.

9. Dê, mesmo se você tiver muito pouco para dar.
Esta é uma das mais antigas frases budistas, e algumas pesquisas na área da psicologia positiva mostraram que a gratidão e a entrega é um dos caminhos que conduzem à felicidade. Não é sobre dar com intuito de receber algo, mas dar motivado pelo prazer que sente ao ajudar alguém.

10. Se você pode apreciar o milagre que mantém uma única flor, toda sua vida vai mudar.
Nesta frase budista o segredo da mudança está fechado: aprender a valorizar cada coisa e cada pessoa por aquilo que ele é: um milagre único e irrepetível. Quando aprendemos a não criticar, mas aceitar e se maravilhar com as menores coisas que nos rodeiam, nossa vida vai mudar porque estamos deixando aberta a gratidão, a curiosidade e a alegria. Pelo contrário, se pensarmos não há nada de especial sobre as pequenas coisas e estamos no topo do mundo, não apenas estamos fechando a beleza, mas também para a aprendizagem e crescimento. Se você não pode apreciar o milagre que envolve uma flor, é que você está morrendo por dentro.
59
Chat Geral & Off Topic / Velas significado esotérico
« Última mensagem por Mestre Cruz em Outubro 10, 2018, 05:22:32  »


muitas maneiras de usar as velas, a mais usada é na decoração de nossas casas, pois transmite paz, energia e proporciona um ambiente de tranquilidade. No entanto, cada cor de vela têm um significado. Podemos também usar a vela para um objectivo específico.

Formas de usar as velas

Pegue um pouco de azeite de oliva ou óleo de amêndoas e esfregue vigorosamente nas palmas das mãos. Unte a vela, passando as mãos sete vezes no sentido do pavio para a base. Esse procedimento serve para purificar a vela. Depois, repita o procedimento no sentido inverso, ou seja, da base para o pavio, assim você estará impregnando a vela com a sua energia. No caso de pedidos para o amor, uma boa dica é colocar duas velas juntinhas, escrevendo numa delas o seu nome, e na outra, o nome do seu par amoroso. Você também pode untar as velas com óleos aromáticos específicos para a área sentimental: rosas, ilangue-ilangue ou neróli (flor-de-laranjeira) são boas opções.

As velas e as cores

Vela Branca
A mais pura das velas, a vela branca é inspiração para o despertar da espiritualidade e a ascensão da consciência. Ligada aos chakras superiores, serve ao despertar da pureza essencial do homem. A vela branca também representa a mãe, sendo excelente para despertar e fortalecer a imaginação, a criatividade e a fertilidade. Protege as crianças desde o útero materno até os oito anos. Reforça os laços familiares, representando a harmonia e pureza no lar. Ela purifica todo o organismo, mas ajuda principalmente na cura de doenças estomacais, das glândulas mamárias, do sistema linfático, do sistema nervoso central e do parassimpático. Protege as menstruações, a gravidez e os partos.

Vela Laranja
Esta vela representa o Sol e deve ser utilizada para agradecimento a Deus. Ela incentiva a criatividade, as atividades artísticas e desportivas. E uma revitalizadora de todo o organismo, mas ajuda principalmente a proteger e restabelecer o coração, a coluna vertebral, o baço, o duodeno, a vista e a fertilidade. É excelente auxiliar para quem quer receber luz, espiritualizar-se e aumentar seu poder mental.

Vela Vermelha
Interessante lembrar que esta é uma das velas mais utilizadas em magias ciganas e é a mais ligada à beleza física e à sensualidade. A vela vermelha nos concede autoridade, vitalidade e paixão. Ela nos protege de acidentes e de situações de violência e perigo físico. E a melhor ajuda para a proteção de entes queridos. Auxilia em qualquer intervenção cirúrgica. Traz vitalidade a todo o corpo, mas protege principalmente a cabeça, o rosto, os órgãos sexuais, as vias urinárias, os rins, as glândulas supra-renais, a circulação sangüínea e as secreções biliar e hepática. Ajuda a conectar com o chakra básico e com as forças terrestres. Vela importante quando queremos nos conectar com seres e forças do plano material.

Vela Amarela
Esta vela nos permite dar forma e movimento a nossas idéias. É a vela dacomunicação. Representa a ordem, o raciocínio e a lógica. Protege especialmente os pulmões e os brônquios, a respiração, o sistema cerebral e suas ramificações nervosas, a língua, os ouvidos, os intestinos, os braços e as mãos. Ela ajuda a vencer a timidez e favorece as relações sociais. Intensifica a memória, a agilidade mental, a eloqüência e a capacidade de entender entrelinhas. Também ajuda na cura de doenças psicossomáticas.

Vela Rosa
Por estar muito ligada às forças do coração, esta vela atrai seres e forças ligados a este plano sutil. A vela rosa simboliza o amor incondicional e as relações regidas por afeto intenso. Provoca a atração e desperta a sensibilidade e os sentimentos nobres e puros. Protege o tato, a sensibilidade, o metabolismo, as funções renais, os órgãos sexuais femininos, a região lombar, a derme e o cabelo. Ela concede a harmonia necessária que deve haver entre as funções orgânicas. Evita o contágio e a propagação das doenças venéreas,assim como a depressão.

Vela Violeta
Violeta é a cor da espiritualidade e a cor de Saint Germain, mestre ascensionado da Chama Violeta que auxilia na queima do karma. Ligada ao chakra do fogo, ajuda na purificação de nosso ser. Ela aumenta a nossa capacidade de sacrifício e a perseverança. Protege os missionários e os imigrantes. Atua sobre o pâncreas e o metabolismo endócrino, na circulação arterial e depuração do sangue. Evita processos infecciosos. Protege os pés, a pele, os músculos e as cadeiras. Auxilia para que as pessoas se livrem de diversos tipos de vícios: cigarro, álcool, drogas, fármacos e as depressões suicidas induzidas por este tipo de dependência.

Vela Verde
Ligada ao chakra Svadhistana, ou seja, o chakra dos desejos, esta vela ajuda na realização de nossos sonhos e metas. E também a vela que desperta a vitalidade e recupera a energia vital, sendo aconselhável acendê-la quando nos sentimos exauridos e esgotados. Também utilizada em ritos para alcançar a fertilidade, a abundância e a fartura. A vela verde está ligada ao mundo material, posto que o verde é a cor da natureza. Ela simboliza a estabilidade, a fidelidade, a constância, a responsabilidade, a perseverança, a longevidade, o êxito na profissão, a sabedoria e a transcendência. Protege os idosos e ajuda a evitar as doenças senis. Atua sobre os ossos, os dentes, a hipófise, as ramificações neurológicas e todas as partes do organismo consideradas frágeis e delicadas.

Vela Preta
É sempre bom lembrar que a cor preta é uma espécie de esponja que atrai para si praticamente qualquer coisa. Isso se aplica a roupas e, naturalmente, a velas. Por isso, a vela preta deve ser utilizada somente em rituais esotéricos e por um iniciado, pois ele saberá exatamente que tipo de forças está atraindo.

Vela Azul
Quando azul claro, desperta interiorização, tranqüilidade, paz e harmonização. Abre as portas do mundo oculto, tornando fácil a comunicação astral. Ótima na luta contra o medo. Quando o azul é mais profundo, representa o prazer de viver e tudo aquilo que nos desperta gosto pela vida. Ela estimula a sensualidade, a auto-estima e induz à conquista amorosa. Ela protege a garganta, a laringe, a faringe, a tireóide, a língua, as cordas vocais e a fala, o paladar, a Trompa de Eustáquio, o cerebelo, as vértebras cervicais e a nuca.

As velas e as Formas

O formato das velas tem muito a ver com os diversos planos e estados e são um fator importante no plano místico. Veja a seguir o que você pode saber apenas pelo formato de uma vela.

Quadrada:
Este símbolo representa a terra, a matéria e os elementais da terra, os gnomos. Remete à cor vermelha, à nota musical Ré, ao Sol, ao chakra Muladhara e a Xangô.

Meia Lua:
Representa a água, o estado líquido, lemanjá e os elementais da água, as ondinas e as sereias. E relacionado aos sonhos e à Lua. Sua cor de equilíbrio é vinho, a nota musical é Si e desperta o chakra Svaddhistana.

Triangular:
ligada ao fogo, às salamandras, a Ogum e a Marte. Sua nota musical é Dó, sua cor é lilás e desperta o chakra umbilical.

Hexagonal:
representa o estado gasoso e os elementais do ar, os silfos. Ligado a Oxóssi, sua cor é rosa e sua nota musical é Fá. Desperta o chakra cardíaco e seu planeta é Saturno.

As Velas, os Dias da Semana e os Planetas

Os dias da semana são regidos por determinadas forças e entidades que dão poder às velas confeccionadas ou utilizadas sob sua regência.

Domingo
Dia do Sol, propício para nos dar vitalidade e energia, vigor e alegria em viver. O domingo é o dia ideal para rituais de prosperidade e fama, quando desejamos reconhecimento pelos nossos esforços no trabalho ou nas artes.

Segunda-feira
Dia regido pelos mistérios da Lua, essencialmente feminino. Este dia propicia a conexão com o oculto, com os mistérios e com o lado mais sutil das coisas. Bom para rituais e exercícios de vidência e espiritualidade, para vermos o que está oculto.

Terça-feira

Dia de Marte, é ideal para magias que nos dão força e vontade para vencer os obstáculos. Ligado à cor vermelha. Os regentes deste dia podem ajudar em batalhas e lutas que precisamos travar.

Quarta-feira
Mercúrio rege este dia, dando mente ativa e serena para planejamentos e projetos. A criação de um plano de apoio para alcançar nossas metas é muito importante e por isso este dia é ótimo para concentração de todos aqueles que se sentem perdidos ou confusos quanto a sua vocação ou simplesmente não conseguem resolver um problema mais complexo.

Quinta-feira
Dia de Neptuno, ideal para expansão e para início de empreendimentos.

Sexta-feira
Dia regido por Vênus, é muito bom para rituais de amor, amizade e beleza. Quando falamos de rituais de amor, é bom lembrarmos que muitas vezes um ritual de amor é necessário para que despertemos o amor por nos mesmos. Muitas pessoas precisam aprender a se amar antes de serem amadas por outras pessoas e as velas são um ótimo canal para essa descoberta.

Sábado
Dia regido por Saturno, planeta de ciclo lento (pessoas sob sua regência tendem a demorar em suas diversas fases). É também dia de queima de karma e propício para conseguirmos paciência para concretização de projetos demorados.

Os cuidados com as velas

Tenha sempre absoluta consciência das forças que deseja despertar. Se despertar o amor, amizade, a sabedoria e a boa sorte, não há motivos para se preocupar. Isso nos leva aos pequenos e simples cuidados que todos os ocultistas devem ter ao lidar com velas.

1. Antes de tudo, tenha certeza do que quer. Formule seu desejo para as forças ocultas e para você mesmo de maneira consciente e nunca de maneira leviana ou confusa.

2. Evite acender uma vela que já tenha sido usada. Velas que já foram acesas não devem ser reaproveitadas. (isso vale para velas de aniversário também). No caso de velas usadas para iluminação da casa, não a mude de aposento, pois ela já possui a vibração do lugar onde foi acesa.

3. Caso tenham ocorrido situações tensas no aposento em que uma vela estava acesa, como brigas, inveja, raiva, repressão e ciúmes, livre-se imediatamente da vela, pois ela se carregou das energias negativas.

4. Se você não for um iniciado nas ciências ocultas, evite sair e deixar uma vela acesa, mesmo que seja num altar. Além do risco evidente de incêndio, você corre o risco de a vela atrair sem querer seres em busca de auxílio que podem trazer vibrações estranhas para sua casa.

5. Se você não é iniciado, não é aconselhável acender velas dentro de sua casa para pessoas que não estão mais nesse plano (desencarnados).

6. Evite que toquem em suas velas. Elas devem estar impregnadas das suas vibrações. Os monges do Tibet costumam magnetizar as velas antes de acendê-las com a imposição de mãos e mantras para que ela fique integrada a sua intenção. Você pode fazer o mesmo, utilizando óleo e orações ou cânticos.

7. Procure, sempre que possível, adquirir mais conhecimentos sobre as cores, formas e essências das velas, fazendo com que estes elementos trabalhem ao seu favor de acordo com suas intenções.

https://www.portalangels.com/esoterismo/o-significado-das-velas.html
60
Chat Geral & Off Topic / Nova espécie Humana descoberta na Austrália
« Última mensagem por Mestre Cruz em Outubro 10, 2018, 05:21:49  »
A novidade é avançada por um estudo agora publicado na revista Science News. O estudo defende que o ADN dos melanésios, habitantes do nordeste da Austrália, contém evidências de uma espécie humana extinta ainda desconhecida.

Para os autores do estudo estas evidências são o resultado de uma nova modelação genética.  Ryan Bohlender, geneticista da Universidade do Texas, EUA, acredita que as pessoas da Melanésia, uma região no sul do Pacífico que abrange a Papua Nova Guiné e as ilhas vizinhas, podem ser a evidência genética de uma espécie previamente desconhecida de hominídeo extinto.

De acordo com os especialistas, a espécie provavelmente não é Neandertal ou Denisovan, mas sim um terceiro tipo que ainda não foi identificado.

A relação dos humanos com os neandertais é amplamente conhecida, mas o mesmo não acontece com o hominídeo de Denisovan. Até hoje, apenas foram encontrados encontraram ossos de dedos e alguns dentes numa caverna da Sibéria em 2008.

Os especialistas afirmam que os europeus e os chineses apresentam quantidades semelhantes de ADN Neandertal- cerca de 2,8%- enquanto que os habitantes da Europa não têm qualquer traço da espécie Denisovan e os chineses têm apenas 0,1%.

Esta nova descoberta vem apoiar a existência de um terceiro grupo de hominídeos, que pode ter estado em contacto directo com os antepassados dos habitantes das ilhas do oceano Pacifico Sul.

Foto: via Creative Commons

https://greensavers.sapo.pt/2016/10/30/nova-especie-humana-descoberta-na-australia/
Páginas: 1 2 3 4 5 [6] 7 8 9 10