Autor Tópico: O Fenómeno das Casas Assombradas  (Lida 116 vezes)

0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.

Offline Neferus

O Fenómeno das Casas Assombradas
« em: Abril 03, 2017, 02:22:03 pm »
De todos os fenómenos de efeitos físicos, as casas "assombradas" (designadas na literatura especializada por "poltergeist" = espírito barulhento) são os mais frequentemente comprovados na actualidade.

Na sua origem está sempre a libertação espontânea e inconsciente de telergia por parte de um dotado (o "medium que se ignora", ou "epicentro"). Se se afastar da casa assombrada a pessoa que lhe está na base, os fenómenos param automaticamente, a não ser que por contágio psíquico tenham entretanto surgido outros epicentros.

Na maior parte dos casos, a eclosão poderosa de telergia situa-se na figura de uma adolescente no momento da puberdade. O poltergeist é a expressão dramática e simbólica de conflitos psicológicos (naturais na adolescência), sendo a emissão telérgica favorecida por uma situação fisiológica anormal (característica da puberdade); eliminados esses conflitos, os fenómenos parapsicológicos desaparecem também. A menopausa possibilita igualmente, e por razões idênticas, as mesmas ocorrências. Trata-se de telergia espontânea e recorrente (RSPK, "recurrent spontaneous psychokinesis").

Circunstâncias ligeiramente diferentes rodeiam as casas que têm fama de assombradas há vários anos, leia-se séculos. A explicação, no entanto, é simples.

Em primeiro lugar, não há casa visitada pelos "fantasmas de outro mundo" que não seja habitada, ao menos na ocasião do assombramento, por pessoas deste mundo. Em casas vazias, sem nenhum vivo nas proximidades, não há fenómenos - e isso indica, só por si, que é um vivo que lhes está na origem.

Em segundo lugar, não há casa assombrada que o esteja sempre: passam-se por vezes anos e anos sem que nada aconteça, apesar de serem frequentes as visitas de curiosos. Concluir-se-à que as "almas desencarnadas" se esqueceram de comparecer ao encontro? Não. Concluir-se-à, sim, que nessas circunstâncias não estava presente nenhum dotado de efeitos físicos capaz de provocar os fenómenos telérgicos.

Uma mansão com fama de assombrada representa, para o dotado, um estímulo implícito para a detonação das suas faculdades (tal como um objecto psicométrico é uma pergunta implícita para o metagnomo). Sublinhe-se, por último, que a afirmação folclórica de que são os assassinados e suicidas a provocarem o assombramento é infantil: os locais e habitações em que, durante conflitos armados, morreram pessoas, deveriam exibir assombrações permanentes...

A seguir, o tema esquematizado:

Sem permissão para ver imagens. Sem permissão para ver links. Regista te ou Entra


Sem permissão para ver imagens. Sem permissão para ver links. Regista te ou Entra


Sem permissão para ver imagens. Sem permissão para ver links. Regista te ou Entra

Estes fenómenos não são um dom, antes uma forte alteração do psiquismo que precisa ser reequilibrado, para que a pessoa possa voltar a ser feliz

Sem permissão para ver imagens. Sem permissão para ver links. Regista te ou Entra



Fonte: Sem permissão para ver links. Regista te ou Entra



Tags: